segunda-feira, 21 de dezembro de 2009

De quem é a culpa?


Nos últimos anos Maragojipe vem se tornando uma cidade violenta, em foco os últimos meses de Outubro e Novembro de 2009. Aconteceram vários crimes todos envolvidos a violência e ao trafico de Drogas.
em Outubro foram encontrados dois corpos, um boiando na lagoa da Marianga, outro nas margens do Porto da Pedra.
No mesmo mês em São Roque um homem foi brutalmente assassinado com 18 tiros, em Novembro duas mortes por overdose, uma delas foi na zona rural e outra na sede. Ainda existem outros relatos direcionados a violência onde um filho deu um tiro na face de sua própria mãe.
Assaltos a mão armada virou moda, arrombamento de casa, estamos vivendo uma onda de medo e angustia um vulgo chamado por "Chaléu" vem tirando a paz da população cometendo enumeros delitos e vive livremente passeando pelas ruas.
Existem boatos que no mês de Outubro aconteceu em Maragojipe a Iª Conferencia do Trafico, onde os traficantes mapearam a cidade para que miguem entre na área do outro.
Eu fico me perguntando de quem realmente é a culpa de tanta violência? segundo Karl Marx a violência vem através do crescimento da produção (crescimento da oferta de trabalho) , a evasão do pessoas vindas de outras partes e o principal motivo da violência seria a falta de politicas publicas e infra-estrutura urbana seriam alguns fatores para o crescimento da violência.
Chamo a atenção de todos para que venham a observar que Maragojipe, foge dos parâmetros abortados pelos Pensadores da Sociologia.
Estão vivendo uma era onde o controle sobre a violência esta escapando das mãos dos governantes, colocaram os Guardas Municipais como um cinturão na linha de fogo do combate desta probelmatica. Na minha próxima pastagem estarei abordando o papel da Guarda Municipal, estarei sempre aqui levando os meus pensamentos e os meus comentários sobre a minha querida Maragojipe.


Se por acaso o sistema
Quiser tirar minha vida
Talvez até possa conseguir
Porém, minha alma, nunca....

Edson Gomes (Fogo na Babilônia)



É tanta violência na cidade
Brother é tanta criminalidade
As pessoas se trancam em suas casas
Pois não há segurança nas vias públicas
E nem mesmo a polícia pode impedir
As vezes a polícia entra no jogo
A gente precisa de um super-homem
Que faça mudanças imediatas
Pois nem mesmo a polícia pode destruir
Certas manobras organizadas
É tanta violência na cidade


Brother é tanta criminalidade
A lua já não é mais dos namorados
Os velhos já não curtem mais as praças
E quem se aventura pode ser a última
E quem se habilita pode ser o fim
A gente precisa de um super-homem
Que faça mudanças imediatas
Pois nem mesmo a polícia pode destruir
Certas manobras organizadas
Não tudo um dia vai passar
Sei que tudo um dia vai mudar

Edson Gomes (Criminalidade)





Reações:

0 comentários: