sábado, 17 de abril de 2010

A importância da Cidadania no universo da aprendizagem

 

Guardas Municipais como Educadores 



              O despertar da cidadania é um dos mais importantes momentos da vida de crianças, jovens e adultos. É quando a noção de direitos e deveres ultrapassa meros interesses individuais e, com isso uma nova visão de mundo.                     
              O núcleo central da atividade do educador e da escola é a aprendizagem. Mas educar vai além das teorias e práticas. A escola precisa perceber que cada aluno é um individuo com características sócio-culturais, vivências e maneiras próprias de pensar. O ensinar é poder sentir que mesmo sabendo que uma criança, um adolescente ou um adulto são de classes sociais distintas podem ter experiências vivenciadas diferentes e ao mesmo tempo compartilhadas em sala de aula.
               A função essencial do educador consiste em apresentar desafios e/ou problemas realistas, interessantes e significativos para os alunos, adequados ao seu nível de desenvolvimento, pois os problemas ajudarão a desenvolver vários tipos de raciocínio (como o lógico e hipotético/antecipatório).
              A aprendizagem ocorre por meio da interação com os outros. O educador precisa criar atividades de aprendizagem individual, como também em grupo, estimulando a cooperação e a troca de idéias.
              O educador precisa interagir junto com os alunos pois, A aprendizagem necessita ser compartilhada, sendo assim, o educador prepara, orienta, estimula principalmente nos processos de indução, dedução e analogia.
               Ao gerar uma atividade intelectual, afetiva ou motora, acabasse criando situações que estimulam a aprendizagem. Por isso, independente da classe social do aluno, o docente deve criar situações desafiadoras, levando-o a pensar, raciocinar, a resolver problemas com iniciativa, inteligência, criatividade e independência. Pois se isso não acontecer, o aluno pode acomodar-se, não ter envolvimento e/ou interesse pela aula.
               Mantendo uma postura democrática, participativa, crítica e empática dentro da aprendizagem, nunca se esquecendo de estar sempre se atualizando e se preparando didaticamente para desenvolver o trabalho coletivo, isso sugere que o docente esteja atento as diversidades culturais dentro da sala de aula.
              Para ter a realização de uma boa aprendizagem, não podemos deixar de falar que o educador precisa de uma escola mais humanizadora e voltada para o processo de profissionalização e valorização profissional do professor/educador, que vai desde uma melhor política salarial a melhores condições de trabalho.     

Reações:

0 comentários: