domingo, 6 de novembro de 2011

Acabou a conversa! Ou está com o PT ou sofrerá com a intervenção das instâncias competentes







E agora, o que será do PCdoB e PSB em Maragogipe? Ou vocês estão com o PT, ou sofrerão com as intervenções das instâncias competentes. Sentirão só o drama!!! Se vocês tinham alguma esperança ao cargo de prefeito, podemos dizer que agora esta esperança ACABOU. Pois sabemos que o prefeito sairá das bases petistas, e no máximo vocês podem galgar uma vice-prefeitura. Somente!! Sendo assim, Jorge de Bena, Gazo do (PSB) e Roberto Nonato do (PCdoB) vão disputar à vice-prefeitura e olhe lá!! Viu que eu disse que desse mato não saia coelho.



A decisão foi tomada, neste sábado (5). O Diretório Estadual do PT aprovou a resolução que fixa critérios para a realização de prévias ou encontros para escolha dos candidatos nas eleições municipais de 2012. Segundo o presidente Jonas Paulo deve-se obedecer as deliberações do IV Congresso e citou a prioridade de alianças com os partidos e candidaturas que estiveram alinhadas com o projeto nacional e estadual.

 
No destaque da resolução aprovada no encontro realizado no Marazul - espaço lotado com dirigentes nacionais e estaduais, prefeitos, vereadores e parlamentares – o “lembrete” de que a não observância das recomendações do partido pode levar à intervenção das instâncias competentes. No português claro, isso significa que a mão pesada da autoridade petista será exercida sobre todos os rebeldes.



PRINCIPAIS DEFINIÇÕES

Os partidos que integraram a aliança da candidatura Dilma tem a prioridade nas composições locais;

Aqueles que mesmo não integrando essa aliança (com Dilma), mas estiveram na aliança na Bahia (com Wagner), também serão priorizados;

As forças que não estiveram na aliança nacional nem na estadual, mas desejem compor alianças locais, na lógica do enfrentamento aos adversários DEM e PSDB, tem espaço;

Partidos que não fizeram composição política dispersa em 2010 e que não firmaram projetos, estaduais ou nacionais, poderão integrar o esforço da unidade;



Um item do documento petista (Resolução Política\Executiva Estadual) afirma que cabe ao diretório municipal um esforço maior para a unidade do partido, construindo consensos sobre táticas, alianças e candidaturas proporcionais e majoritárias. E faz uma advertência: evitar a luta interna, pois isso leva o partido a perder espaço e a condição de liderança e influência junto aos demais partidos da base aliado do governo estadual. Portanto, conclui o documento, “a orientação é evitar a polarização e disputa radicalizada, construir o diálogo interno para fortalecer o papel dirigente do PT”.

Sendo assim, se o objetivo é evitar luta interna. Está tudo acabado, quem está dentro do partido deve esperar às famosas prévias, e quem está fora deve obedecer.


Fonte: Blog do Zevaldo

Reações:

0 comentários: