domingo, 17 de março de 2013

Em ronda, gerente da guarda de Maragogipe saca revolver e ameaça servidor



POSTED BY ZEVALDO SOUSA ON 16:00:00

Aconteceu, no dia 14 de março de 2013, um fato inusitado em Maragogipe, a terra onde tudo acontece, e quase nada é solucionado. Onde a impunidade corre solta e o diabo está andando ao seu lado. Invocamos a São Bartolomeu, guardião da porta do inferno, que ilumine esta guarda municipal.

O fato acontecido demonstra a inabilitação de um gerente do corpo da guarda municipal chamado Xavier. Fazendo sua ronda para averiguação dos serviços da guarda municipal, estacionou o veículo na frente da Secretaria de Educação, e chamou o guarda chamado Wagner que estava no posto, às 23h20, como demonstrado em sua ocorrência.

O guarda perguntou, antes de abrir a porta, quem estava chamando, e o gerente respondeu, é a ronda. Automaticamente, o guarda abriu a porta e o gerente perguntou: “Você me conhece?”, o guarda disse que não porque ainda não tinha sido apresentado, em seguida o gerente sacou e direcionou o revolver, partindo para cima do servidor ameaçando-o e mandando encostar-se à parede.

Apavorado e constrangido, o guarda até o presente momento está intimidado com esta situação, e com a atual postura do gerente que em vez de ficar na dele, ainda resolveu tirar sarro do servidor, fazendo piada da situação. Constrangendo e humilhando ainda mais o servidor municipal diante de toda a corporação com objetivo de intimidar os demais colegas de farda. Esta situação caracteriza abuso de poder e assédio moral, pois tanto a guarda escolar, quanto a guarda municipal, não tem porte de arma, porque este gerente tomou esta postura inadequada?

A sociedade exige que este comandante seja retirado do posto. Cadê a AGMEM? Cadê a FEBAGUAM que não fez nada até o presente momento? Cadê o SIFUPREMA? Pois hoje foi um susto, amanhã poderá acontecer o pior. O Ministério Público deve ser acionado. A impunidade não pode andar solta como está andando em Maragogipe.

Reações:

0 comentários: