sexta-feira, 12 de abril de 2013

DENUNCIA DE NEGLIGENCIA MEDICA EM SÃO ROQUE DO PARAGUAÇU



Jaqueline
Levei meu  filho de três anos  no posto de saúde de São Roque no dia 11/04 ás 12 horas, chorando, sentindo  febre e uma forte dor de cabeça, o que me deixou muito preocupada, primeiro encontrei a unidade fechada, mas pude ouvir que lá dentre havia pessoas sendo atendida, então ao tocar a companhia fui recebida por uma  enfermeira que  fez a triagem porém reclamando  que estava na hora de almoço, quando eu disse que ia levar meu filho em outro lugar, a mesma respondeu: já que você entrou então fique aí mesmo, logo depois  encaminhou o relatório para  Dra. Carla, que para minha surpresa e descontentamento, a medica disse que não podia atender porque também estava em  horário do almoço, e que para meu filho  ser atendido eu tinha que ter calma e muita paciência,  a medica que fez juramento negligenciou atendimento ao meu filho que estava queimando de febre e com forte dor de cabeça, porém estava atendendo o assessor parlamentar  Crispim, fazendo um atestado de óbito, aí eu pergunto qual é a prioridade para uma medica, atender uma criança ou assinar um atestado? Ou será porque não assessora de vereador.
Fiquei tão chateada que peguei a ambulância e me dirigi a sede, e graças a Deus meu filho foi muito bem atendido no Hospital de Maragojipe por uma medica e duas enfermeiras, que assim que viu o quadro do menino logo atendeu, e hoje está melhor, gostaria de parabenizar o atendimento do hospital e repudiar o da unidade de São do Paraguaçu.

Jaqueline Medina São Roquense.

Reações:

0 comentários: