quinta-feira, 13 de junho de 2013

Guarda Municipal de Irará/BA é assassinado a tiros






Domingo (19), por volta das 15h40min, mais um crime em Irará, foi na zona rural na localidade denominada de Fazenda Saco Velho. Este foi o segundo ocorrido nos últimos 15 dias.

Segundo informações de familiares e populares, o Guarda Municipal Djair Cerqueira Bitencourt, 45 anos de idade, residente naquela localidade, se encontrava no "Bar de Miro", quando inesperadamente chegou um homem conhecido por Neto e procurou saber do resultado do jogo de bicho, em seguida sacou de uma arma tipo pistola, calibre 380 e disparou várias vezes contra Djair, que ainda tentou livrar-se dos disparos pulando o balcão do Bar, mas mesmo assim o criminoso continuou disparando contra a vítima. Percebendo que a vítima já estava sem vida o autor dos disparou fugiu tomando destino ignorado.
A vítima foi atingida em várias regiões do corpo, haviam duas perfurações no pescoço, mais uma a altura do peito, uma na boca outra no rosto lado direito e próximo ao ouvido lado esquerdo. Djair não teve tempo para reagir e foi abatido covardemente sem poder se defender. A vítima era funcionário Guarda municipal, desempenhava suas funções na área central do município de Irará, era casado e deixou cinco (05) filhos.

Informações colhidas no local do crime dão conta de que o autor dos disparos vinha jurando Djair Cerqueira de morte já ha algum tempo.

Foi feita a perícia no local por peritos do IML da cidade de Feira de Santana, tendo como chefe da equipe o Dr. Grécio e perito técnico Eduardo, após perícia no local o corpo de Djair foi recambiado para Feira de Santana, onde será feita a necrópsia. O corpo deverá ser liberado para o velório e sepultamento a amanhã pela manhã. Estiveram no local Policiais Civis coordenado pelo investigador Carvalho.
Foram feitas diligências no sentido de prender o acusado, mas, não houve êxito na missão.

A Drª. Edileusa Suely e sua equipe de Policiais Civis investigarão o crime, o Inquérito Policial foi instaurado e será concluído nos próximos 30 dias, depois será encaminhado á Justiça para as providências de praxe.
Fonte:http://blogdetavaress.blogspot.com.br

Reações:

0 comentários: