quarta-feira, 20 de novembro de 2013

Cachoeira ganha 60 câmeras de vigilância que irão monitorar com apoio da Polícia; até dezembro 20 pontos contarão com o sistema



Após ser aprovado pelo Legislativo em agosto de 2013, o projeto de lei que determina a instalação de câmeras de vigilância na cidade de Cachoeira começou a ser executado. A nova medida adotada com o intuito de prevenir e monitorar ações ilegais na cidade funcionará como um sistema integrado com as polícias Civil e Militar que terá como central o Posto da PM de Cachoeira, no centro histórico da cidade.

Segundo o proprietário da empresa responsável pela instalação, Anderson Sampaio, que esteve presente durante a última sessão ordinária da Câmara de Vereadores na segunda-feira (18), o projeto será implantado em três fases, com vinte câmeras instaladas em cada uma delas e gravação durante 24h.

O equipamento utilizado também é destacado por Sampaio que assegura que “Cachoeira está recebendo um sistema que oferece recursos de ponta e que servirá por muitos anos no auxílio das ações de inteligência contra o crime”.

Pontos de monitoramento

A previsão da empresa para a entrega da primeira fase com 20 câmeras está prevista para a primeira semana dezembro deste ano. Os pontos foram determinados por análises da polícia que levaram em consideração os pontos mais vulneráveis, regiões próximas a agências bancárias, os pontos de tráfico de drogas, além das principais saídas da cidade.

Uma novidade destacada pela empresa são as câmeras Speed Dome, que filmam em 360º, ou seja, captam tudo em volta, com ampla resolução e mobilidade, podendo ser colocadas também em locais escondidos e diferentes.

Nas próximas duas fases mais 40 câmeras fixas e móveis serão instaladas em pontos do centro histórico. Com isso, segundo Sampaio, “todo centro de Cachoeira passa a contar com um sistema que funciona aliando o potencial do equipamento ao monitoramento humano, ou seja, a Polícia identifica onde e como os criminosos estão agindo. Mesmo sem um olho humano naqueles pontos, temos tudo gravado 24h por dia”.

Comentários dos vereadores

Em momento de palavra franqueada aos vereadores, foram feitos questionamentos e ponderações junto ao representante da empresa. O vereador Cristiano Alves fez questão de parabenizar a implantação do projeto e as estratégias da polícia para combater o crime organizado, ressaltando que câmeras são apenas o primeiros passo, já que a Guarda Municipal, projeto já aprovado pelo Legislativo, ainda é um grande anseio de toda população de Cachoeira.

Ainda sobre o assunto, o vereador Florisvaldo de Jesus mencionou que fica também ansioso que a medida seja adotada nos distritos, especialmente na Bacia do Iguape, onde segundo ele diversas queixas de violência são constantemente relatadas diretamente a ele.

O vereador Júlio Cesar Sampaio também se posicionou de modo favorável e ressaltou que desde 2007, quando também era vereador, o projeto foi “estupidamente barrado” pois segundo ele “o pensamento era de que queríamos transformar a cidade em um verdadeiro ‘Big Brother’; esperamos que agora o pensamento coletivo seja de apoio a essa importante ação contra a violência na cidade”.

Imagem Ilustrativa

Reações:

0 comentários: