sábado, 17 de janeiro de 2015

Taxista é assassinado cruelmente em Maragojipe


Foi assassinado cruelmente a tiros na tarde desta última sexta-feira (16), em Nagé (distrito de Maragojipe), por volta das 13h25, o taxista conhecido por "Sicole", foi alvejado por 8 disparos de arma de fogo vindo a morrer instantaneamente. O homicídio aconteceu na Rua Nossa Senhora do Livramento, próximo a uma pousada. Segundo informações por parte da polícia, cerca de três elementos no interior de um carro Renault preto, invadiram a residência da vítima e deflagraram os tiros contra o mesmo que veio a tombar já sem vida. Prepostos do SAMU/192 foi acionada, mas os socorristas já o encontraram sem vida. A polícia acredita que o crime tenha sido motivado por acerto de contas com o sub mundo das drogas. O corpo foi horas depois para o Instituto Médico Legal (IML). A Polícia Civil investigará o caso.

Tensão: A cidade vive um clima tenso desde 2014, com oda de assassinatos e o aumento constante da criminalidade por conta das drogas enquanto a polícia conta com baixo efetivo policial. "Do que adianta... prende hoje a justiça solta amanhã. O certo mesmo é cortar no aço. Tirar da sociedade esses 'tumores'". Disse um policial militar revoltado com a situação temerosa por que passa Maragojipe e região. Há poucos dias uma incursão policial foi realizada no Bairro do Japão, pois segundo informações de moradores, cerca de 30 homens passaram pelo referido bairro armados com armas de grosso calibre disparando aleatoriamente para todos os lados imponto terror e pânico entre moradores. A Polícia Militar não conseguiu prender nenhum suspeito durante a incursão para temos desses moradores.

Com fotos e informações de Forte no Recôncavo

Reações:

0 comentários: