segunda-feira, 26 de janeiro de 2015

Ten. Suzart divulga nota em redes sociais e para a imprensa local

Diante das acusações caluniosas feitas contra o soldado PM Ten. Valdomiro Suzart, lotado na 27 CIPM de Cruz das Almas, onde detentos da Depol de Maragojipe fazem acusações gravissimas contra o PM, o acusado decidiu usar as redes sociais para manifestar sua indiginação e repúdio contra a gravação que supostamente tenha cido feita por um policial militar. Em conversa com a nossa reportagem, o mesmo disse que ele próprio foi quem tomou as providencias junto a corregedoria da Polícia Militar para solicitar apuração dos fatos afim de identificar quem é o autor da gravação polêmica.


Veja na integra e sem nenhuma correção a nota original divulgada pelo Ten. Suzart em uma rede social

"É com estarrecimento e decepcionado que recebi este video. Trabalho pautado na ética e na verdade dos fatos. Tenho 51 anos de idade e 31 anos de serviço duro à PM. A maioria dos traficantes de drogas presos na área da 27a Cipm tem a minha participação. Todos que convivem comigo, inclusive companheiros de caserna, tem conhecimentos das minhas ações e das ordens que repasso aos meus comandados, principalmente em relação ao município de Maragojipe, hoje violentada nos quatros cantos pelas facções criminosas que dominam o tráfico de drogas no recôncavo. Fui responsável por diversas prisões e apreensões de drogas e armas de grosso calibre naquela cidade. Não conheço Guduval pessoalmente, só ouço falar. Todas as vezes que guarnições do Peto da 27 deslocam-se para  Maragojipe, a ordem é uma só: saturar os pontos críticos dominados pelas facções como Baiúca, Comissão, Morro do Boreu, CARANDIRU e capadócia. Eu venho comandando ações nesses locais com muito sucesso. Não baixarei a minha cabeça para uma covardia dessa contra a minha honra. Vou para a luta.  Solicitei ao  comandante da Uop investigação rigorosa sobre este fato. Já começou com oitivas dos presos que JÁ AFIRMARAM QUE A CONVERSA FOI ONTEM, DIA 22/01/2015 E FOI FEITA POR PMs. Imaginem os senhores: feita por policiais militares que não imagino quem sejam. Entraram na Depol de Maragojipe, aproveitando o bom relacionamento que os PCs daquela DT tem com  PM  e, de forma vil e covarde, induziram presos que odeiam este oficial  a falarem coisas que nunca aconteceu e nunca acontecerá. Imaginem: fornecimento de Fal e coletes nivel 3. Que loucura, nem colete próprio tenho. Rsssss. Os presos da Depol de Maragojipe neste exato momento ainda estão sendo ouvidos (16h55m de hoje, 23/01/2015). Triste com ás informação que foram "irmãos" de fardas, que não tomaram as devidas cautelas e de forma maldosa, não sei com que intensões, foram logo lançando dúvidas sobre o nome e a honra de quem veste esta farda que vestimos todos os dias com orgulho para combater os criminosos que por aí pululam. Suspeito de tantos motivos, mais não agirei como eles. Sou homem, educador, esportista e Brigo por uma juventude sadia e longe das drogas. Não sou fraco. Fiquei mais forte. Vou continuar incomodando. Tudo será esclarecido. E todos irão tomar conhecimentos. AGRADEÇO AOS MILHARES DE TELEFONEMAS E MSGs de apoio.  Saudações TEN SUZART".

Reações:

0 comentários: