sábado, 17 de janeiro de 2015

Teremos Carnaval e mascarados em 2015? Confira informações!!


POSTADO POR ZEVALDO SOUSA
 

A pergunta é tão simples quanto a resposta. Sim. Teremos carnaval e mascarados.
Em reunião realizada na manhã do dia 16 de janeiro, na Casa da Cultura de Maragogipe, com a participação de diversos setores da sociedade civil, comerciantes e foliões, além das autoridades locais: como a prefeita municipal Vera Lucia e secretariado, a representante do Ministério Público Neide Reimão Reis e os representantes da polícia civil e militar, esta última representada pelo Tenente Suzart foram tomadas algumas decisões para este e para os próximos carnavais.

Para o Carnaval de Maragogipe 2015, ficou acordado que mascarados poderão transitar nas ruas de Maragogipe até às 18 horas (Como já vem acontecendo nos últimos anos). O cidadão que permanecer mascarado após este horário será abordado pela polícia e se persistir no erro, será detido.

O Tenente Suzart anunciou que a Policia Militar estará presente com um contingente de 40 policiais militares e 4 viaturas e solicitou da prefeitura que evitasse a inclusão de trios elétricos na programação noturna da festa.

A prefeitura também está estudando a possibilidade de implantação de câmeras de segurança no percurso da festa.

O tema da violência foi o assunto mais tocado na reunião. É importante ressaltar que nos dois últimos anos tivemos duas mortes registradas - uma delas, no ano passado envolvendo mascarados e a outra, em 2013, atrás do trio elétrico. Por este motivo, e pela atual situação em que se encontra o município, toda essa preocupação.

Próximos Carnavais:
O Tenente Suzart ressaltou a importância da profissionalização do Carnaval de Maragogipe que já carrega consigo o título de Bem Imaterial da Bahia. É preciso planejamento e organização. O professor Zevaldo Sousa também falou sobre a importância da profissionalização do Carnaval, da organização de um Planejamento dos Festejos Populares do Município que deve ser pontuado através de Audiência Pública envolvendo todos os setores da sociedade.

Reações:

0 comentários: